"I´m a princess! And this is not how a princess is supposed to look!"

Sariu no Facebook

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Carta aberta ao Kiko

Estimado Papa Francisco,
Ao que parece o Santo Padre tem marcada visita a este país à beira-mar plantado, já amanhã e estende-se até sábado. Creio ser seguro afirmar que nunca antes tivemos Portugal tão divulgado e com segurança tão apertada.
Não posso, no entanto, deixar de colocar fortes reservas à Sua vinda. É certo que é um ser adorável, e é inegável que isso, juntamente com o êxito do Salvador (e não, não estou a falar do Todo-Poderoso, ou de qualquer outro Santo que veio para salvar este humilde povo, falo do Sobral, o tal que está a por o mundo a chorar, mas com música), contribui e muito para prestigiar o nome de Portugal lá fora. Mas mobilizar a função pública e outros tantos devotos a irem fazer grandes caminhadas para nem passar cá umas míseras 24 horas?! Ó Santo Padre! Então nem fica para ver o Salvador na Final? Mas olhe que faz mal. Se não vejamos, não me acredito que o Santo Padre, Senhor Papa Francisco, e permita-me que o trate por Kiko (cá em Portugal temos muito o hábito de chamar Kiko aos Franciscos, aqui há uns anos era Chico, mas agora a tendência é Kiko, modernices) tenha ido a muitos países que, num só dia, o seu Líder nos consiga brindar com as quatros estações do ano no mesmo dia, já? Duvido. Olhe, ainda hoje foi assim, chuva e trovoada, e vais a ver um sol radiante.
Se me permite o Kiko também podia vir até ao norte. E depois não é isso, é que no dia em que vai cá passar a noite, e deixe-me dizer-lhe, Kiko, que já vi nas notícias o seu quartito, muito jeitoso, com uma salinha pequena e uma imagem da Virgem de Fátima e até tem uma janela virada para o pátio. E da parte do santuário queira saber que vão ter todo o cuidado em servi-lo com produtos frescos e da região. Pois é isso que me deixa indignada, então o Kiko, não dava cá um saltinho ao Porto? Teve iniciativa, sim senhor, mas faltou-lhe estratégia. Ia até Fátima, nada contra, foi lá que se deram os milagres, mas depois pegava no Papamóvel e vinha por aí acima provar a francesinha, e sempre bebia um bom vinho do Porto, que é capaz de ser mais divino que aquele que vai beber na cerimónia. E olhe que por cá também já se fizeram alguns milagres, ainda hoje o FCP fez as pazes com o Sporting. Temos que fazer sacrifícios, quantas vezes não pego no meu Sariumóvel e não vou pelos caminhos de Portugal, sabe Deus como?!
Pense lá bem nisso, até porque estamos na semana da queima e nessa noite até vem o James Morisson, que é um rapaz também assim conhecido como o Kiko e sempre via esta malta nova a curtir um som, se bem que não com aquele tom de quem está a rezar, é mais assim aos gritos, como que a acharem que chegam ao céu. Pense lá bem nisso.
Cá um beijinho,

Sariu