"I´m a princess! And this is not how a princess is supposed to look!"

Sariu no Facebook

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

O Bicho-bicha está a desfazer-se - Episódio #3




O Bicho-bicha está em entrar num estado lastimável! Mais parece um amendoim esmagado por um catrapillar depois de ter passado por uma tempestade tropical e arremessado para uma máquina de secar à pressão. Quer dizer, não sei, talvez esteja a dramatizar um bocadinho, na verdade não consigo propriamente imaginar um amendoim na máquina de secar.
De qualquer forma é incrível como ainda em contrato individual de peregrino, o raça do bicho-bicha já esteja praticamente a bater records de post´s neste blog.
Felizmente para o protagonista desta história, ontem foi um dia de sorte, pois caso tivesse sido hoje, e dado que o padrasto não está, já estaria datilografada uma certidão de óbito do repelente animal. Tal foi o susto que apanhei quando olhei para ele e o vi praticamente a desnudar. Parecia que por onde passava deixava restos de “cascas de amendoim”. Felizmente para ele, o Homem-bala chegou ao palácio e depois de eu ter acionado o alarme e ligado a sirene no volume máximo:
- Tu tira-me isso daqui que ele está a marar! Amanhã não estás cá e quero ver quem lhe faz o funeral!
- Calma! O bicho está só a trocar de pele.
 Ainda agora aqui chegou e já quer renovar o guarda-roupa. Eu, primeiro que arranje tempo para comprar uns trapos para mim, tenho que fazer uma circular, enviar ao sr. PM para dar despacho e depois vai ao PR, que por sua vez equaciona referendar, e por aí fora, que quando vier aprovação, já mudou a estação do ano, e a mistura de lagarto com ralador de cenoura, já tem direito a novo look.
É incrível como o petulante mamífero está a por em causa a minha longevidade e sanidade mental. Já para não falar da panóplia de petiscos que o carai do bicho anda a impor lá para a mansão, desde a bela da minhoca, ao grilo, agora tenho baratas!!!
Sinistros, é assim que se esperam os próximos dias. O Homem-bala pôs-se na alheta, vai refastelar o belo do bum-bum no hotel e com a maior insolência não levou o animal, sustentando toda a sua defesa no facto de não poder envergar a bela da pochete e dizer no chek-in:  - Queria um duplo, por favor, com uma cama King size e uma de solteiro.
- Vem acompanhado?
- Trago aqui o meu noivo, um dócil dragão. A cama grande é pra ele, eu fico bem na de solteiro. E já agora uma botijinha, que ele precisa de calor. Ah, e tem o National Geographic? É para ele se distrair durante o dia!
Agora liga-me de 5 em 5 minutos a perguntar se está tudo bem? Mais do que isso, tivemos já hoje uma conversa no mínimo anormal, quando me perguntava se estava tudo bem e respondi dando conta dos últimos acontecimentos da marquesinha e ele responde-me que não está a perguntar pela filha!!
Na verdade, quando me diz para ligar a luz ao pindérico, para o manter quentinho ou para não o expor demasiado à humidade e todas as paneleirices que ele exige, o mais certo é que eu o ligue diretamente à tomada! Assim não há frio nem humidade que lhe pegue!

Episódio 1  Mais uma animal lá em casa! 
Episódio 2 Bicho ou bicha.

Sem comentários:

Enviar um comentário